Entrevista com Dr. Fabiano Lago

Entrevista com Dr. Fabiano Lago

Médico, esportista, pai e amante de cinema e literatura. Se você já esteve aqui na Estância, com certeza conhece o Dr. Fabiano Lago.  Hoje, aqui no blog, ele fala sobre diabetes, obesidade e conta um pouco sobre  sobre sua vida pessoal.

Por que você optou pela medicina?

Acho difícil apontar uma razão, sem dúvida o fato do meu pai e seus amigos serem médicos, eu crescer ouvindo conversas deve ter influenciado, mas, não sei se de forma decisiva. Certamente, hoje, conversando com pessoas , escutando suas histórias, ajudando sempre que possível e com uma maior maturidade que os anos me trouxeram percebi que fiz a escolha certa.

Um de seus focos é o tratamento da obesidade. Por que essa escolha?

A endocrinologia sempre foi uma área intrigante para mim, uma área pulsante, em constante evolução, por isso, inicialmente foi o que eu escolhi. O fato de minha família já trabalhar no nosso Spa, no início da minha carreira, naturalmente me levou a que eu estudasse e me dedicasse mais a obesidade.

A diabetes afeta uma em cada 10 pessoas no mundo, segundo a OMS. Levando em consideração que o sr. é membro da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), quais são suas sugestões para prevenir e controlar a doença?

Sem dúvida alguma, o nível de açúcar em nosso sangue está fortemente ligado ao nosso percentual de gordura, devido a um fenômeno chamado insulino resistência decorrente da obesidade. Portanto, prevenir o diabetes é prevenir a obesidade.

Sendo a reeducação alimentar, evitando em especial o consumo excessivo de carboidratos em conjunto com o aumento das nossas atividades físicas, nossos grandes aliados.

Além da SBD, o sr. também é membro da sociedade brasileira de endocrinologia e metabologia e da The New York Academy of Sciences e a ABESO. Que tipo de trabalhos o sr. realiza nessas entidades?

Participo dos congressos, debates, discussões a respeito de temas ligado à endocrinologia e obesidade tentando me manter sempre atualizado com as últimas evoluções nessas áreas.

Hoje, se a pessoa digita “dica de dietas” no Google, surge uma infinidade de sites e blogs com informações que, muitas vezes, não são coerentes com a verdade. Quais suas recomendações para aquela pessoa que deseja iniciar uma dieta?

O termo dieta dá um caráter difícil, restritivo e transitório. Prefiro reeducação alimentar. Individualizada ao momento de vida, aos gostos e às necessidades próprias de cada um. Cabe ressaltar que muitas dietas são eficazes na perda de peso em curto prazo. Porém, elas falham na manutenção do peso, algo que só é possível com a reeducação alimentar.

Vida de médico é atribulada. Como o senhor, pai de dois filhos, consegue conciliar o trabalho com a família?

É muito simples para mim, amo meu trabalho e amo meus filhos, vivo-os intensamente.

Quando o sr. não está no “papel” de médico ou de pai, o que está fazendo? Tem algum esporte preferido?

Adoro cinema, literatura, passeios, praia e, sem dúvida, tenho um esporte preferido, pois sou um aficionado tenista. Pratico 4 a 5 vezes por semana.

Qual seu livro preferido?

Tenho um gosto eclético, gosto de Saramago e ultimamente tenho lido e curtido bastante alguns livros de um autor americano chamado Paul Auster.

Qual seu filme favorito?

Gosto de comédia, comédia romântica e filmes leves e de bom astral, para simplesmente passar um tempo alegre e dar umas risadas.

Melhor viagem que fez na vida?

A próxima! Curto muito as viagens antes de fazê-las. Minha mente vivencia e curte intensamente lugares que ainda não conheci, mas que certamente irei.

O que gosta de fazer em Curitiba?

Frequentar bons restaurantes, praticar esportes no clube, pôr-do-sol no Barigui, happy hour com amigos e lareira no inverno.

A patrir de hoje  vamos publicar entrevistas com médicos, nutricionistas, profissionais de saúde e pacientes aqui da Estância do Lago. O que acha de contar sua história para gente? ^^